Artigos

08/04/2015 07:30

A Cuiabá que eu quero!

Com o início dos festejos do aniversário de Cuiabá, que nesta quarta-feira (08.04) completa 296 anos, me peguei pensando sobre essa cidade que acredito poder chamar de minha e sobre o que espero para ela num futuro bem próximo. Mesmo tendo nascido em Juara, meu coração é metade Cuiabano, já que moro aqui desde os seis anos e que meus filhos aqui nasceram.

Conhecida como a terra do calor, habitada por um povo hospitaleiro e de personalidade ímpar, Cuiabá não vive há tempos dias tranqüilos. A cidade aparece ranqueada entre as capitais mais violentas do mundo. A saúde e o caos de nossos hospitais são constantemente manchetes nacionais. O trânsito cada vez mais caótico reflete a falta de planejamento e o crescimento desordenado.

Faço parte de uma geração que acredita que se cada um fizer sua parte é possível mudar a realidade de todos, por essa crença me candidatei e fui eleita deputada estadual. A minha geração não compactua das velhas práticas políticas do prometer e não cumprir. Cuiabá há décadas é vítima disso.

Há tempos a "Cidade Verde" padece pelos hospitais prometidos e não construídos, por políticas públicas de segurança não implantadas, pelas creches que não atendem as demandas das nossas trabalhadoras, crianças e adolescentes nas ruas sem opção ou acesso à cultura e opções de lazer, postos de saúde sem médicos, além do que considero uma das coisas mais graves: a falta de políticas para desenvolvimento da economia e de um direcionamento sobre qual tipo de desenvolvimento econômico é mais interessante para seus habitantes.

Eu sonho com um lugar melhor para meus filhos viverem. Nessa Cuiabá que eu almejo teremos políticas públicas e gestores municipais comprometidos com a população. Na minha Cuiabá ideal, o calor humano e as cadeiras nas calçadas não serão ofuscados pela violência, muito menos a alegria do povo por qualquer dor sem atendimento médico.

A Cuiabá que eu desejo e que sempre vou lutar para ter, é aquela eternizada nas músicas de Pescuma, Henrique e Claudinho, pra gente nunca se cansar de viver aqui:

Voa tuiuiu

Estica o seu pescoço

Pra espiar em Mato Grosso

Que beleza é Cuiabá

São Benedito

O festeiro da cidade

Jura que a felicidade

Hoje em dia mora lá

Tem peixe bom

Tem pacu, piraputanga

Tem pequi, mamão e manga

Tem o pó de guaraná

Em Cuiabá tem mil museus

E tanta igreja

Que por mais que a gente veja

Sobra uma pra espiar

Artesanatos

Redes com bordados

Tudo que tem no mercado

Dá vontade de levar

Viola de cocho

Lá se toca, canta e dança

E a gente nunca se cansa

De viver em Cuiabá

*Janaina Riva é bacharel em Direito, mãe de dois cuiabanos e deputada estadual por Mato Grosso eleita com 48.171 votos.

 

 


Janaina Riva

Com essas experiências adquiridas, Janaina fundou e presidiu o PSD jovem de Mato Grosso, o segundo Estado a fundar militância jovem do PSD no país. 

Redes Sociais

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo